terça-feira, 22 de setembro de 2009

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT)

Nos últimos anos, muito tem se falado sobre Qualidade de Vida no Trabalho, porém me pergunto: Será que as empresas realmente estão mostrando preocupação quanto este tema e, mais que isto, elas estão fazendo algo para melhorar a QVT dos seus colaboradores???
Será que a QVT pode ser encarada como uma necessidade, um modismo ou uma exigência do mundo globalizado? Quero muito crer que, um dia, todas as empresas conseguirão visualizar a NECESSIDADE de manter uma preocupação com esta temática.
Se analisarmos a QVT do ponto de vista histórico, de acordo com exigências civis e criminais, empresas realizavam ações paleativas, aleatórias e, principalmente, reativas quando necessitavam demonstrar preocupação quanto o problema.
Atualmente é necessário que o empregador tenha a preocupação quanto a questões como "redução da fadiga", "ergonomia", "redução do stress", "motivação", entre outros pontos que envolvem uma qualidade, tanto na vida do colaborador, quanto no trabalho por este prestado.
Há empresas que ainda não possuem um Programa de QVT por este ser "dispendioso", sendo seu resultado perceptível a médio e longo prazos. Porém... pensamos juntos: Se uma empresa não pensar em ações com este tipo de resultado, tão logo esta não irá perdurar por muito tempo (correto?!).
Segundo Walton, o melhor conceito para QVT é "a compensação justa e adequada, condições de trabalho seguras e saudáveis, oportunidades imediatas para desenvolver e ousar as capacidades humanas, oportunidades futuras para o crescimento contínuo e a garantia de emprego, integração social na organização, trabalho e espaço total na vida do indivíduo e relevância social no trabalho". Concordo plenamente com este conceito e podemos, analisando cada um destes pontos, observar diferentes motivos pelos quais uma pessoa trabalha; sendo perceptível que não é somente por motivos financeiros! Quem não deseja ser reconhecido por suas ações? Quem não deseja estar em um local agradável durante o tempo que está trabalhando? Quem não deseja ser estimulado para crescer constantemente???
São razões como estas que devem levar a um gestor de pessoas refletir sobre como está a Qualidade de Vida dos colaboradores de sua empresa.
Fatores ainda mais agravantes, como altos índices de afastamento do trabalho por stress e acidentes de trabalho, também podem se unir aos pontos colocados acima para uma implantação URGENTE de um programa de QVT!!!
Iremos também aqui dialogar mais sobre este assunto, de uma forma simples, porém que nos faça refletir quanto a importância de uma melhoria contínua deste ponto dentro da organização!


Nenhum comentário:

Postar um comentário